terça-feira, maio 19, 2009

Depois do treina à porta aberta vem o treino de tenda montada

quinta-feira, novembro 20, 2008

Heavy Metal pós c... Legos?!

segunda-feira, maio 26, 2008

Rua Sesamo



Quem não tem saudades da Rua Sésamo?
... As suas mensagens sobre amizada e a importância da partilha!

Pois para vós, cá no blog tivemos acesso a imagens mais ou menos exclusivas (da fonte do youtube!!!) que vamos PARTILHAR para vosso deleite!

Bem hajam!

domingo, maio 25, 2008

Teledisco em primeira mão!

terça-feira, maio 20, 2008

Lembra-te...


sábado, abril 05, 2008

Um dia de «cão»!

Aqui sim, é possível em toda a sua plenitude aplicar a frase:


QUANDO PENSAS QUE ESTÁS MAL...

LEMBRA-TE...

PODE PIORAR!!!!

Isto é que é um cão de caça... GROSSA!
(e o veado a pensar: que dia de cão!)

quarta-feira, abril 02, 2008

O ANTES e DEPOIS de se falar com Deus

ANTES





DEPOIS


Capas de Jornais










quarta-feira, fevereiro 27, 2008

Gasolina ou Gasóleo?


Como anda por aí muita dor de cabeça, segue a transcrição de um artigo que nos indica quantos km temos que fazer para que o investimento num carro a diesel seja um bom investimento. E olhem que não são poucos. No meu caso ainda não compensa, por estranho que possa parecer.

Tabela de comparação (carregar aqui)

"Há dois anos que os Diesel são reis em Portugal, ultrapassando as vendas de carros a gasolina. O gasóleo ganhou popularidade nos últimos anos, com as marcas a oferecerem carros de maior potência e cilindradas mais baixas, reduzindo o preço de aquisição. Seduzidos pelos custos mais baixos do combustível, muitos consumidores europeus optaram pelo gasóleo, levando ao que os responsáveis do sector chamam de “dieselização” do mercado. Se, há alguns anos, os veículos Diesel eram a escolha acertada, actualmente nem tanto, devido à subida acentuada do preço do gasóleo, superior à da gasolina. É preciso ponderar diferentes variáveis, já que o excesso pago “à cabeça” pode não compensar, a menos que mantenha o carro por muitos e longos anos.

“Quem comprar hoje um carro não pode ter como certo que o gasóleo será sempre mais barato do que a gasolina”, afirma José Horta, presidente da Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas. A subida de preço registada no último ano levou o valor de referência do gasóleo a ultrapassar o da gasolina. Os portugueses só pagam menos para abastecer um carro Diesel porque a fiscalidade penaliza mais a gasolina (ver página III). Ainda assim, o custo dos dois carburantes tem vindo a aproximar-se. No final de 2007, a diferença no preço por litro era de 17,9 cêntimos, contra 21,8 cêntimos em Dezembro do ano anterior. Uma tendência que, segundo os especialistas, deverá acentuar-se, com o aumento da procura por gasóleo.

Em Portugal, um automóvel a gasóleo é 15% a 20% mais caro do que o seu equivalente a gasolina. É certo que, após a compra, as idas ao posto de abastecimento tornam-se menos dispendiosas. No entanto, será essa poupança suficiente para compensar o custo acrescido na compra? O Jornal de Negócios analisou 16 modelos diferentes, quatro em cada segmento, escolhendo sempre os modelos mais vendidos durante o ano 2007, comparando a versão a gasóleo com a equivalente a gasolina. A simulação teve em conta os custos com o novo imposto de circulação e os encargos com o combustível, usando como referência uma média de 20 mil km/ano habitualmente utilizada pelo mercado.

Nos três segmentos mais representativos (utilitários, pequenos familiares e familiares médios), verificou-se um custo acrescido médio de 3.800 euros nos modelos Diesel, sendo que, com estes veículos, a poupança média anual em combustível é de 626 euros e de 12,50 euros no IUC. Assim, para que a compra do veículo a gasóleo se torne vantajosa, terá de percorrer mais de 120 mil quilómetros. O mesmo será dizer, mantê-lo durante, pelo menos, um período de seis anos. Segundo a Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel (ANECRA), os portugueses trocam de carro a cada quatro ou cinco anos. Se é o seu caso, é preciso ponderar bem antes de tomar uma decisão.

Há um segmento em que continua, no entanto, a ser vantajoso optar pelo Diesel. No caso dos grandes familiares (modelos mais comprados pelas empresas para os executivos de topo), o facto de a diferença no preço de compra ser pequena entre as duas versões, torna sempre mais acertada a escolha do modelo a gasóleo. O mesmo acontece nos monovolumes, já que a oferta de gasolina é escassa e, quando existe, não compensa, já que as versões comercializadas têm cilindradas elevadas, tornando a factura mais cara.

Se está a pensar adquirir um pequeno familiar, a opção Diesel será, em princípio, a mais vantajosa. Basta ter o carro por mais de 80 mil quilómetros ou quatro anos.

Nos cálculos não foram considerados os custos de manutenção que, contrariamente à ideia pré-concebida, hoje já não são mais elevados para um automóvel a gasóleo. “Actualmente, os custos de manutenção são quase iguais”, afirma António Ferreira Nunes, presidente da Anecra. O responsável considera que os motivos económicos para optar por um carro a gasóleo estão mais dissipados, e prevê uma reviravolta no mercado: “Paulatinamente, vai haver uma alteração para carros a gasolina de menor consumo e híbridos”."

domingo, dezembro 23, 2007

Feliz Natal

Desejamos a todos um feliz natal com a esperança de receber cada vez mais dinheiro, materialismos à parte.

E em tempo de crise, já nem há pai natal nem renas.
O 1º, pelos vistos, foi substituído por um cão (por baixo) e o segundo, por um cavalo. É o que relata a imagem, captada pelo antigo (e verdadeiro) Pai Natal, agora no fundo de desemprego.


quarta-feira, novembro 14, 2007

Mega Magusto

Pois é! Mais uma vez estamos lá!

Eu não podia deixar de partilhar esta imagem excelente, ou mais correctamente esta sequência de fotos cujos comentários poderiam ser dispensados, pois a força das imagens é o suficiente...

Isto passou-se no Mega Magusto organizado no Terreiro do Paço em Lisboa, do dia de S. Martinho...

Reparem no senhor no centro das fotos...
o que pode justificar tamanha alarvidade? Até poderia fazer uma votação, mas tenho medo dos resultados...
a) as castanhas são de facto deliciosas!
b) os reformados têm cada vez menos dinheiro para comer!
c) as castanhas iriam arrefecer, por isso é melhor ser rápido!
d) as castanhas são poucas para tanta gente!
e) é mesmo uma questão de falta de respeito e estupidez!

Parece mesmo que é o "gene tuga" em acção... aquele que é responsável pelo "chico-espertismo" e pela arte de bem desenrascar à custa do mal dos outros...

Eu ainda pensei em passar por lá, mas ainda bem que não fui porque senão era eu que aparecia nas imagens a empurrar o velhote!

segunda-feira, setembro 10, 2007

Os verdadeiros patriotas

Cansaram-se mais em 3 minutos que as "estrelas" do futebol em 90min...

domingo, setembro 02, 2007

Descubra as diferenças

quarta-feira, agosto 29, 2007

Afagar o chão

Começo a perceber a razão de tamanha emoção quando se fala em "afagar o chão".

Um tal de Puerta...


Não iremos esquecer o lendário golo que marcaste nas Meias-Finais da Taça Uefa (e que acabaria por vencer).
O resto, conta a história.
R.I.P.


video

quinta-feira, agosto 23, 2007

As célebres pintarolas

Em conversa recente com uma amiga (boa amiga boa, diga-se de passagem) recordámos as célebres pintarolas... ou será O Pintarolas? Erhhh tal como O KitKat ou O Mars... cof cof


"Está maior que a do teu pai..."

Este jovem vai aprender a andar facilmente...

segunda-feira, agosto 20, 2007

Geovanni... and the gentle art of fucking United


Foi ontem... estava velho para o Benfica, diziam alguns.

E com Eriksson no banco...

segunda-feira, agosto 13, 2007

Tiros no pé

Depois do "Simião" e do Manuel Fernandes, só falta mesmo sair o Eusébio...
Olha que merda...!

quinta-feira, julho 05, 2007

Jovens Lusos surpreendem o mundo da F1

O anúncio surgiu de surpresa no dia de ontem quando a equipa da Ferrari fez saber à comunicação social que pretendia contratar um grupo de jovens do Bairro da Cova da Moura. A decisão surgiu depois dos responsáveis da equipa terem assistido a um documentário na RTP África em que se mostrava que um grupo de jovens do Bairro era capaz de remover 4 pneus em menos de 6 segundos usando ferramentas básicas, ao contrário da actual equipa de mecânicos da Ferrari que apenas consegue fazer 8 segundos contando com milhões de euros de equipamento de ponta.

Esta decisão audaz pode tornar-se um dos momentos decisivos do campeonato, já que actualmente muitas das corridas são ganhas nas boxes, e pode tornar-se numa vantagem em relação às outras equipas.

No entanto a equipa de F1 acabou por ter algumas surpresas. No primeiro treino a nova equipa de mecânicos não só foi capaz de mudar os pneus em 6 segundos como também repintaram o carro, mudaram o número de série e venderam-no à Mclaren por 8 grades de cerveja, um saco de ganzas e algumas fotos da mulher do Raikonen no chuveiro.